Autossabotagem

Home / Artigos / Autossabotagem
Autossabotagem

Como nos autossabotamos?

Nós nos automatizamos. Quando trocamos a marcha do carro pensamos: “Agora está na hora de pisar na embreagem e trocar de segunda para terceira”? Não, nós simplesmente trocamos.

Porque? Porque aprendemos a automatizar comportamentos. O problema é quando automatizamos comportamentos que nos prejudicam, por exemplo quando explodimos e depois vemos que estamos prejudicando nossos relacionamentos.“Mas eu não consigo parar de explodir. Porque faço isso?”

As pessoas que se sabotam costumam ter um grande repertório de argumentos para não realizarem mudanças em sua vida.

Ganho secundário: É mais fácil não mudar.
Suporte do grupo social: As pessoas não gostariam que eu mudasse.
Contradições de valor: Seria errado mudar.
Consistência interna: O antigo comportamento está associado a tantas coisas que custa muito mudar.
Defesa: Seria perigoso mudar.
Competitividade: Não aceito que ninguém me diga o que fazer.
Dependência: Se mudar não precisarei mais de você.
Cura mágica: Não deveria ser tão trabalhoso mudar.
Motivação: Posso ser feliz como sou.
Negação: Entendo perfeitamente o que você diz (Não entende) ou Nunca vou conseguir entender o que você diz (Entende sim).
Comportamento de sabotagem: Não faz nada. Discute contra qualquer principio. Procura terapeuta apenas na crise.