Chato irritante e desagradável

Home / Artigos / Chato irritante e desagradável
Chato irritante e desagradável

Quais os prejuízos de ser considerado chato nos seus círculos sociais?

Psicóloga: São muitos os prejuízos.Ser "chato" significa ser excluído de eventos sociais, de boas oportunidades de trabalho e relacionamentos amorosos. Além, é claro, de acarretar em solidão, que pode gerar outros fatores importantes como o sofrimento e o desequilíbrio cognitivo- emocional.

Mas, é necessário entender este processo. Muitas vezes a pessoa "chata" desenvolve esta característica ao longo do tempo porque não teve durante sua formação a atenção necessária para um bom desenvolvimento afetivo, ou seja, ela entende que a única forma de conseguir atenção é criticando ou causando situações conflituosas com as pessoas com quem se relaciona, portanto, de maneira desagradável. Parece estranho, mas é muito normal que isto aconteça.   Neste caso, vale uma dica de um amigo "legal".

Por último, o "chato" precisa entender em que contexto social está inserido, estas pessoas ou trabalho com os quais ele está envolvido, tem haver com suas crenças, sua visão de si mesmo e de mundo. Para ser " aceito" ele precisa conviver com pessoas que dividem com ele as mesmas "verdades".

 Como fazer a leitura de que você está sendo chato, irritante? Que indícios o outro dá?

 

Psicóloga: Comece a prestar atenção em aspectos como: os amigos da turma da faculdade ou trabalho sempre se reúnem e você só fica sabendo depois. Quando aparece uma oportunidade de trabalho e as pessoas não indicam o seu currículo, quando seus encontros amorosos nunca passam do primeiro dia. Precisamos entender que a qualidade dos nossos relacionamentos depende mais da gente do que do outro, afinal, somos responsáveis por onde e com quem queremos estar.

- Muitos chatos argumentam que são assim porque estão certos, porque têm razão. Ser muito inteligente não é garantia que a pessoa consiga controlar comportamentos irritantes ou desagradáveis. Por que isso acontece?

Psicóloga: Porque ser muito inteligênte não quer dizer apenas que determinado indivíduo entende muito bem de um determinado conceito ou teoria, tem cultura ou erudição, ser muito inteligente é, principalmente,entender  as diferenças de opinião e aprender com elas. O indivíduo inteligente sabe que aprende a cada dia, não fica preso aconceitos fechados, conhecimentos que não evoluem. Portanto, acreditar que tem sempre razão pode ser comportamento dos ditos "mal informados", aqueles que só conseguem argumentar sob um aspecto não entendem a fundo questão alguma. Isso pode ser "chato".

- Dá para ser chato e ao mesmo tempo benquisto?

Psicóloga: Sim, mesmo porque todos temos algo de "chato".Muitas vezes esta chatisse pode ser o seu ponto forte, aquele que todos os amigos e colegas de trabalho se referem para brincar com você. O importante é perceber se estacaracterística está diminuindo suas qualidades,ou seja, está prejudicando suas relações de trabalho e efetivas.

O "chato" precisa entender em que contexto social está inserido, as pessoas e o trabalho com os quais ele está envolvido, suas crenças, sua visão de si mesmo e de mundo. Ele será mais facilmente " aceito" se conviver com pessoas que dividem com ele as mesmas "verdades".

Por fim, se estiver percebendo indícios de "chatice" em sua personalidade procure entender todos esses fatores, é sempre tempo de mudar e conquistar uma vida funcional e feliz.