Ciência da Felicidade

Home / Artigos / Ciência da Felicidade
Ciência da Felicidade

Eu gosto de pensar na psicologia não apenas como uma forma de cuidar dos transtornos psicológicos mas tabém como um caminho para melhorar o que não necessáriamente estaria doente.
A psicologia tem desenvolvido muitas pesquisas. Conhecemos como nunca a depressão, esquizofrenia, alcoolismo, os transtornos de ansiedade, etc. Mas será que todo esse progresso tem deixado de lado o entendimento da felicidade?
Creio que existam pessoas que querem mais do que corrigir a doença, querem que suas vidas sejam cheias de significado. Se sentir um pouco menos triste a cada dia é muito importante, mas também é importante sair da média e passar a viver de forma mais interessante e feliz.

Eu percebo que a busca da felicidade costuma ter um lugar de destaque nas livrarias, livros de auto ajuda ocupam prateleiras e lugares bem na frente da livraria. Por quê? Talvez as pessoas queiram aprender o que fazer para tornar suas vidas mais bacanas.

Eu percebi que felicidade é algo que pode ser aprendido e desenvolvido.Talvez houvesse uma crença antiga onde a felicidade estaria em posições menos nobres, onde a dor seria algo a ser exaltado e a felicidade estaria próximo à futilidade. Parece que acreditávamos que o sofrimento seria o gerador de força e energia para o desenvolvimento da civilização. Mas será isso verdade?

O que minhas observações me dizem é que as pessoas felizes podem ser bem produtivas, com bons empregos, conseguem relacionamentos harmoniosos, tem amigos, tem uma rede de relacionamentos, recebem apoio quando precisam, enfim, pode surgir uma espiral ascendente para a pessoa feliz.

Vi uma frase de caminhão que me impressionou, às vezes identificamos grande sabedoria nos lugares mais simples: Tentar= sempre. Conseguir=às vezes. Desistir= nunca.
O que proporciona felicidade?
Muitas pessoas ainda hoje acreditam que o que as fará mais feliz é ter dinheiro, emprego, marido, namorada, faculdade, etc. Claro que tudo isto é muito bom.
Mas acredito que tudo isso possa ser consequência de uma vida harmoniosa.